A Fotografia por Aline Fontes: Capturando a Magia da Dança Ritualística com o Método Sundarí de danças

62
4min de leitura

Despertando o Divino Feminino: A Dança Ritualística com o Método Sundarí de dança

O corpo, essa magnífica obra de arte, é um templo onde a alma encontra morada. E não há lugar mais propício para celebrar essa união entre o ser e sua essência do que a dança ritualística com o Método Sundarí, desenvolvido por Michele Plestch.

É um convite a uma jornada de autoconhecimento e celebração do corpo. Um caminho de reencontro com a essência que nos torna únicas. No meu trabalho como fotógrafa, encontro inspiração na busca incessante pela conexão com o divino feminino, e é nesse contexto que o Método Sundari de Michele assume um papel de destaque.

fotografa Aline Fontes em Bento Gonçalves
Método Sundari de Dança Vivencial

A Dança Ritualística com o Método Sundarí: Um Diálogo com o Corpo e a Alma

Imagine um espaço onde as mulheres se reúnem, onde o corpo é o instrumento, e a dança é a linguagem. Um lugar onde a expressão é poesia, a liberdade é a norma e a espontaneidade é a regra. Este é o Método Sundarí de danças, desenvolvido por Michele Pletsch, uma jornada profunda de dança vivencial que vai além do movimento físico.

Quando uma mulher se entrega à dança vivencial, ela não está apenas movimentando seu corpo no espaço. Ela está criando uma ponte entre o físico e o espiritual, uma dança que transcende os limites do tempo e do espaço. É uma conversa silenciosa entre o corpo e a alma, um diálogo com a essência mais profunda.

Na dança com o Método Sundarí de Michele, o movimento se torna a linguagem do corpo, e cada gesto é uma palavra que expressa o que palavras muitas vezes não podem. É uma celebração da sensualidade, da força, da delicadeza e de todas as nuances que compõem a essência feminina.

Fotografia em Bento Gonçalves
Michele Sundari e suas alunas

A Celebração do Corpo e do Saber

Através da dança vivencial com o Método Sundarí de Michele, as mulheres são convidadas a se reconectar com seus corpos, a explorar cada curva, cada movimento, sem julgamento ou inibições. É um ato de amor próprio, de aceitação, de celebrar a própria existência.

O Método Sundarí é mais do que uma simples dança vivencial; é uma celebração da feminilidade, do corpo e do saber. É um encontro para mulheres que sentem a necessidade de se expressar através da dança de forma acolhedora, livre e espontânea. É uma jornada que busca expressar os sentimentos mais profundos de forma poética e autêntica.

Nesse processo, o corpo se torna um livro aberto, e cada página revela uma história única, uma jornada pessoal de autodescoberta. É o saber que vem do interior, a sabedoria ancestral que nos guia no caminho de volta para casa, para o nosso ser mais autêntico.

Fotógrafa em Bento Gonçalves
A leveza e o encanto de Michele

A Conexão com o Divino Feminino com o Método Sundarí de Danças

No Método Sundarí, a dança não é apenas movimento; é uma forma de encontrar caminhos de acesso ao interior, uma compreensão de si como manifestação divina. Vai além da técnica e dos olhares normativos sobre os corpos. É um convite para cada mulher explorar a própria essência, sem julgamentos, sem limitações.

Na dança vivenciada com o Método Sundarí de Michele, encontramos a conexão com o divino feminino que reside em cada uma de nós. É a celebração da Deusa que habita em nossos corações, a energia criativa que dá vida a todas as coisas.

Essa jornada é uma busca pelo equilíbrio, pela harmonia entre o feminino e o masculino que coexistem em cada ser. É uma celebração da feminilidade em todas as suas formas, um convite para abraçar nossa natureza cíclica, nossa intuição, nossa capacidade de criar e nutrir.

Imagem de mulher dançando em Bento Gonçalves
Toda magia e conexão com o feminino no Método Sundari

A Fotografia como Testemunha no Método Sundarí de Danças

Como fotógrafa, sou privilegiada por ser testemunha desses momentos de conexão, de celebração, de amor próprio, através do Método Sundarí de Michele aqui em Bento Gonçalves. Minhas lentes capturaram a dança da alma, os gestos que falam volumes, os sorrisos que refletem a liberdade.

As fotografias que compartilho ilustram essa jornada com o Método Sundarí de Michele Plestsch, são mais do que imagens; são retratos da essência feminina, da busca pelo divino que reside em nós. Cada foto conta uma história, uma narrativa de beleza e autenticidade.

Mulheres de mãos dadas Bento Gonçalves
Celebração e Dança

A Jornada de Autoconhecimento

Através do Método Sundarí de danças, as mulheres são convidadas a explorar cada gesto, cada movimento, como uma expressão autêntica de quem são. É uma jornada de autoconhecimento, onde o corpo se torna o guia, e a dança, o caminho.

Mulheres dançando em grupo em Bento Gonçalves
Expressão e Movimento

Um Espaço de Liberdade e Acolhimento

No coração do Método Sundarí de danças está a liberdade. A liberdade de ser quem você é, de se expressar sem medo, de celebrar a própria feminilidade. É um espaço acolhedor, onde as mulheres se apoiam umas às outras, onde a irmandade é valorizada e a expressão individual é celebrada.

Fotografia vivencial em Bento Gonçalves
Liberdade de ser

A Poesia da Dança Vivencial e Ritualística

Cada movimento no Método Sundari é como uma poesia em movimento, uma narrativa única de sentimentos, pensamentos e emoções. Não há regras rígidas, apenas a fluidez da expressão. É uma dança que fala à alma, que ressoa com a verdade interior de cada mulher.

Mulheres em celebração em Bento Gonçalves
Celebrando a dança vivencial

Conclusão: Uma Celebração da Vida com o Método Sundarí de danças - acolhendo mulheres

A dança vivencial com o Método Sundari de Michele é uma celebração da vida em sua plenitude. É um convite para as mulheres se reconectarem com o divino feminino, para celebrar seus corpos e saberes únicos. É uma jornada de autoconhecimento, aceitação e amor próprio.

Que essas imagens e palavras inspirem vocês a explorarem essa maravilhosa jornada da danças, sintonizados por Michele Plestsch, e que possam sentir a presença do divino feminino em cada movimento, em cada gesto de amor próprio.

Para ver mais fotos, veja o portfólio no link: Dança Vivencial Ritualísticas

Com carinho,

Aline Fontes

fotografia especializada em Bento Gonçalves
Acolhimento


A Fotografia por Aline Fontes: Capturando a Magia da Dança Ritualística com o Método Sundarí de danças

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

Aline Fontes Fotografia Bento Gonçalves dança vivencial método sundari

Quem viu também curtiu

Por que a fotografia é considerada uma forma de expressão artística

Como atrair mais clientes com o Google Meu Negócio

WhatsApp Business: Transformando a Comunicação Empresarial em Ouro

Olá, em que podemos ajudar?
Logo do Whatsapp