Vida sexual após o parto: quando e como retomar com segurança e prazer

33
2min de leitura

Vida sexual após o parto: quando e como retomar com segurança e prazer

Após o parto, é natural que a mulher se questione sobre o momento ideal para retomar a vida sexual. O período pós-parto, conhecido como puerpério, é marcado por diversas mudanças físicas e emocionais no corpo da mulher, e é importante respeitar esse processo de recuperação antes de reiniciar a atividade sexual.

Quanto tempo esperar?

A Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO) recomenda esperar pelo menos 40 dias após o parto normal ou cesariana para retomar a vida sexual. Esse período é necessário para que o útero e o corpo feminino se recuperem completamente.

Sinais de que o corpo está pronto:

  • Ausência de sangramento vaginal (loquios);
  • Cicatrização da episiotomia (se houver);
  • Retorno do útero ao tamanho normal;
  • Diminuição da dor e sensibilidade;
  • Sensações físicas e emocionais favoráveis à relação sexual.

Retomando a vida sexual com segurança:

  • Comunicação com o parceiro: É fundamental conversar abertamente com o parceiro sobre as expectativas e sentimentos em relação à retomada da vida sexual.
  • Preparação física: A prática de exercícios de Kegel ajuda a fortalecer o assoalho pélvico e prevenir incontinência urinária.
  • Uso de lubrificante: A lubrificação adequada é essencial para evitar dor e desconforto durante a relação sexual.
  • Respeito ao ritmo da mulher: É importante que a mulher se sinta pronta e confortável para retomar a vida sexual. Não há pressa para isso.

Possíveis dificuldades:

  • Secura vaginal: A amamentação pode causar a diminuição da lubrificação natural, o que pode gerar desconforto durante a relação sexual.
  • Dor: A dor durante a relação sexual pode ser causada por diversos fatores, como atrofia vaginal, episiotomia ou disfunção do assoalho pélvico.
  • Incontinência urinária: A fraqueza do assoalho pélvico pode levar à perda de urina durante a relação sexual.

Quando procurar ajuda médica:

  • Sangramento vaginal intenso;
  • Dor persistente durante a relação sexual;
  • Incontinência urinária frequente;
  • Dificuldade para engravidar após 12 meses de tentativas (sem uso de métodos contraceptivos).

Dicas para uma vida sexual prazerosa após o parto:

  • Comunicação aberta com o parceiro: Converse sobre seus desejos e necessidades.
  • Experimentação: Explorem novas posições e técnicas para encontrar o que funciona melhor para vocês.
  • Paciência: Dê tempo ao seu corpo para se recuperar e se adaptar às mudanças.
  • Afeto e carinho: Priorizem a intimidade e o contato físico.


gestante aline fontes, fazendo exercício de pilates em uma academia
Exercício de Pilates


Lembre-se que a retomada da vida sexual após o parto é um processo individual e que não existe um tempo certo para todas as mulheres. O mais importante é que a mulher se sinta segura, confortável e confiante para desfrutar de uma vida sexual plena e prazerosa.


Informações adicionais:

Vida sexual após o parto: quando e como retomar com segurança e prazer

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

comunicação lubrificante parto prazer puerpério segurança vida sexual

Quem viu também curtiu

10 Super dicas para capturar as melhores fotos do seu recém-nascido na fotografia Newborn

Quanto cobrar na fotografia: guia para precificar seus serviços!

Ensaio fotográfico da Barbie: um mundo mágico de encanto e diversão!

Olá, em que podemos ajudar?
Logo do Whatsapp