Imagem capa - Uma nova visão sobre a fotografia Newborn por Aline Fontes

Uma nova visão sobre a fotografia Newborn



Manoela e sua linda Bisavó!

     




      Há muito tempo me questionava sobre o que poderia agregar na fotografia de recém-nascidos, algo que pudesse diferenciar e levar às famílias além da lembrança dos primeiros dias do bebê. Mas a história, as gerações, os primeiros olhares, um todo sobre a família que ali começava ou ainda, aumentava. Ter um recém nascido no seio de uma família, é como se fossem renovadas todas as esperanças, é um novo olhar sobre o futuro. É perpetuar, enaltecer, é a sequência, uma nova página de uma história já existente.

    Quando começamos a estudar a fotografia Newborn, toda sua essência e transição, percebemos o quanto ela é nova, o quanto ainda temos a agregar e enriquecer as lacunas que, aos poucos, vem sendo preenchidas, trazendo a este trabalho a nobreza, o valor de cada momento registrado.

     Eis que a partir de então, incorporar o macro da família aos ensaios - e veja isso não apenas como os pais e irmãos, mas todos aqueles que participam diretamente da chegada deste novo membro, em especial os avós e bisavós, passou a ser meu desafio. Pois consigo perceber o quão importante é ter registrado este primeiro momento do bebê junto àqueles que talvez não tenham muitas outras oportunidades de fotografar, não de maneira profissional, este momento tão magnífico da vida.

   Confesso a vocês que não é fácil, além de toda paciência comum ao ensaio Newborn, precisamos ter em mente toda uma logística, uma sequência, um processo que beneficie e não venha a estressar tanto o bebê quanto os membros que venham a participar. Tudo então funciona, pois antes dos ensaios converso bastante com os pais, explicando como deverá proceder, o que teremos que organizar para que tudo se encaixe dentro do esperado.

   O resultado, bom, nem preciso me prolongar falando sobre. Eles falam por sí. Só fico imaginando como seria grata em ter este registro na minha vida, que tesouro!


Um abraço, apreciem a leitura!


Aline Fontes